Sala de Aula‎ > ‎Português‎ > ‎1-O que Ensinar‎ > ‎

Reconceitualização do objeto de Estudo

Provocação
Como um professor que acompanha as pesquisas sobre didática, você abandonou de vez as redações sobre as férias, a primavera ou de tema livre. Agora, você trabalha com gêneros e sua aula vai ser sobre fábula. Então, você diz aos alunos que a fábula tem uma narrativa breve, na qual os personagens geralmente são animais tipificados como humanos, que se envolvem em uma situação-problema. O enredo se resolve com a solução do problema e uma lição de moral. Depois dessa explicação, você pede para que os alunos produzam cartazes sobre as características da fábula. Sua concepção de ensino de produção de texto mudou mesmo?

Não, ainda. A escrita é uma prática social e o professor que pretende ensinar a escrever deve ter como referência fundamental os conteúdos envolvidos nas práticas sociais da leitura e da escrita. Isso não se faz verbalmente, como no exemplo acima. É preciso desenvolver os chamados comportamentos leitores e escritores, algo que se conquista por meio da familiarização com os textos em situação de leitura e com a prática da escrita de diferentes gêneros.

Ponto de partida
O que são comportamentos leitores e escritores

Fala, Delia Lerner!
Vídeo - O papel da escrita na formação do leitor 
É preciso dar sentido à escrita e à leitura na escola
Resenha - Ler e Escrever na Escola: o Real, o Possível e o Necessário

  • Fala, Roger Chartier!
    Os significados sociais dados aos textos pelo autor e pelo leitor

    Fala, Bernard Schneuwly!
    O ensino por meio dos gêneros deve ser feito com profundidade

    Fala, José Saramago!
    A língua é uma ferramenta de comunicação e cabe à escola ensinar a usá-la

    Fala, Ruth Rocha!
    O primeiro passo é descobrir se a criança realmente entende o que anda lendo

    Leia também
    Revisão vai além da ortografia
    “Pode ler. Eu já li e gostei"
    Bons leitores são bons alunos em qualquer disciplina
    Variar textos: a melhor receita para formar leitores
    Compreender, eis a questão!
    Textos com estilo

  • Comments