Início‎ > ‎

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO - PPP

INTRODUÇÃO

 

A construção do Projeto Político Pedagógico (PPP) permite que a escola reflita sobre si mesma e do seu papel como instituição numa sociedade caracterizada pela globalização da economia, das comunicações, da educação e da cultura, além da universalização das informações e do pluralismo político. Nesta sociedade a participação é essencial para que os valores democráticos sejam concretizados a cada ação.

Para melhor compreender o significado do processo de construção do Projeto Político Pedagógico partimos do óbvio, como sugere Gadotti (2001), a palavra projeto vem do verbo projetar, lançar-se para frente, dando sempre a ideia de movimento, de mudança. A sua origem etimológica, como explica Veiga (2001, p. 12), confirma essa forma de entender o termo projeto de origem no latim projectu, particípio passado do verbo projecere, que significa lançar para diante.

Na tentativa de uma síntese pode-se dizer que a palavra projeto faz referência a ideia de projetar, lançar para, a ação intencional e sistemática, onde haja ruptura com o presente e promessas para o futuro. Um projeto educativo pode ser tomado como promessa frente determinadas rupturas. As promessas tornam visíveis os campos de ação possível, comprometendo seus atores e autores[1].

O projeto pedagógico tem duas dimensões[2], a política e a pedagógica: Ele "é político no sentido de compromisso com a formação do cidadão para um tipo de sociedade" e é pedagógico porque possibilita a efetivação da intencionalidade da escola, que é a “formação do cidadão participativo, responsável, compromissado, crítico e criativo". Essa última é a dimensão que trata de definir as ações educativas da escola, visando à efetivação de seus propósitos e sua intencionalidade. Assim sendo, a dimensão política se cumpre na medida em que ela se realiza enquanto prática especificamente pedagógica.

Entendemos que todo projeto pedagógico é necessariamente político porque necessita de uma direção política, de um rumo, um caminho a ser seguido. O projeto político pedagógico da escola é uma etapa em direção a finalidade que está no horizonte da escola.

Ainda podemos entender o projeto pedagógico como um instrumento teórico-metodológico que visa ajudar a escola enfrentar os desafios do cotidiano, só que de uma forma refletida, consciente, sistematizada, orgânica e essencialmente participativa.[3]

A Proposta Político Pedagógica da EE de Divisa Alegre – EEDA assume a necessidade de implementar um processo educativo que desvele práticas mediadoras e emancipatórias, capazes de contemplar, em consonância com o rigor científico e com a omnilateralidade humana, as dimensões culturais, linguísticas, artísticas, sociais, técnicas e tecnológicas.

Para tanto a EE de Divisa Alegre – EEDA baseará sua metodologia de ensino na proposta pedagógica sócio-construtivista tendo como ponto central a premissa de que aprendizagem e desenvolvimento são produtos da interação social.



[1] Gadotti (cit por Veiga, 2001, p. 18)

[2] André (2001) e Veiga (1998):

[3] Vasconcellos (1995), p 143